A nossa pele e a importância de a proteger

Opinião


Por Paula Martins de Jesus
21 de Março de 2018

A MSD lançou esta semana um novo portal que disponibiliza um conjunto de informação relevante, cientificamente validada, sobre as diferentes patologias a que denominamos cancro.

Entre os vários tipos de cancro, cuja descrição poderá encontrar em www.cancro-online.pt, encontramos o melanoma, cancro que ocorre nas células que produzem o pigmento na pele.

A sua sintomatologia é explicada em detalhe nas páginas dedicadas deste site. O número de pessoas que sofre de melanoma é cada vez maior com uma incidência que começou a aumentar em meados dos anos 50 do século passado, especialmente entre as pessoas de raça branca.

Na Europa 15 pessoas em cada 100.000 têm melanoma. Esta doença costuma ser diagnosticada em pessoas adultas de meia-idade. Assim, 41% é diagnosticado até aos 55 anos de idade, embora apareça em pessoas cada vez mais jovens.

A prevenção assume um carácter prioritário e também aqui, o www.cancro-online.pt oferece conselhos essenciais para se proteger: desde evitar uma exposição excessiva ao sol, passando pela utilização do protector solar, até à atenção que deve dar aos sinais na sua pele.

O tratamento do melanoma depende das características da doença e deve ser ajustado ao doente. Uma das mais promissoras formas de tratamento para o cancro é a imuno-oncologia, abordagem onde a MSD tem centrado a sua atuação de acordo com a inovação que persegue no desenvolvimento de tratamentos pioneiros para responder a esta doença.

Na MSD acreditamos que os medicamentos são para o doente. Tentamos nunca esquecer que os tratamentos são para as pessoas, como referia George W. Merck, um dos nossos presidentes.

Convidamo-lo/a conhecer o www.cancro-online.pt e a consultar informação sobre melanoma.

Paula Martins de Jesus é Diretora Médica da MSD Portugal

Publicado a