Artigos

Reaprender a Viver com Hipertensão Pulmonar

Todos nós já nos sentimos a perder o folego depois de uma prova intensa de exercício físico, mas já imaginou o que será viver constantemente com essa sensação? Já imaginou como será ter falta de ar sempre que quer falar, andar ou subir escadas? Cansaço extremo e sensação de sufoco durante pequenas tarefas do dia a dia, são estes os sintomas experienciados pelos doentes com Hipertensão Pulmonar. Trata-se de uma patologia rara, progressiva e grave que afeta mais de 25 milhões de pessoas em todo o mundo e que se caracteriza por uma disfunção que surge na alteração da circulação sanguínea nas artérias que levam o sangue aos pulmões.

Esta doença invisível tem um grande impacto na qualidade de vida das pessoas. É possível viver com Hipertensão Pulmonar, mas atividades quotidianas, como cuidar dos filhos, trabalhar ou fazer exercício físico podem ficar comprometidas e representam um enorme desafio para os doentes. Existem cada vez mais opções terapêuticas que proporcionam uma melhor qualidade de vida, travando a progressão da doença com a redução dos processos que bloqueiam as artérias pulmonares, no entanto, ainda não existe uma cura. A Hipertensão Pulmonar demora em média 2 anos e meio a ser diagnosticada e, sem intervenção médica, a mortalidade é elevada.

Maria João Saraiva, doente e Presidente da Associação Portuguesa de Hipertensão Pulmonar, partilha o seu testemunho, explicando como reaprendeu a viver com Hipertensão Pulmonar.

O compromisso da MSD é proporcionar mais e melhor qualidade de vida aos doentes que sofrem de Hipertensão Pulmonar, para que possam aproveitar cada dia ao máximo.

PT-NON-00428 04/2020


PT-NON-00262 11/2019